Presentación do nº 4 da revista “La Madeja”/”Amores”

cartaz la madeja

Há algum lugar más comum e coletivo que o amor? Qual é a linguagem dos amores?

A partir destes interrogantes as companheiras do coletivo Cambalache (Asturies) desafiam-nos a re-pensar os amores no último número da revista feminista La Madeja.

Entusiasmadas com um tema que leva algum tempo fervilhando nas nossas conversas, debates e experimentos políticos-pessoais, algumas mulheres animamo-nos a organizar de jeito auto-gerido uma gira de apresentaçao do último número desta revista. O nosso objetivo é alimentar a nossa busca coletiva por jeitos diferentes e mais saudáveis de amar e ser amadas, e avançar na construçao política de práticas que se afastem da sólida e quase inamovível estrutura do “Amor”.

Convidamo-vos a partilhar conosco as vossas impressoes, dúvidas e sentires sobre os amores nas atividades que programamos para esta gira das compas asturianas

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s